Seu guia de fornecedores para área magistral

Description

Mais de 90% das mulheres que estão tentando engravidar podem ter níveis marginais ou baixos de vitaminas que são essenciais para uma gravidez saudável, segundo estudo Nipper. Testes realizados em mais de 1.700 mulheres no Reino Unido, Nova Zelândia e Singapura que planeavam engravidar revelaram que a maioria carecia de nutrientes encontrados em abundância na carne e nos produtos lácteos, muitos dos quais são cruciais para o desenvolvimento fetal saudável.

Os médicos mediram os níveis sanguíneos de nutrientes vitais de mais de 1700 mulheres antes de conceberem, com idades entre os 18 e os 38 anos. O grupo foi aleatoriamente dividido entre aquelas que receberam ou não um um suplemento vitamínico padrão para mulheres grávidas que continha ácido fólico, betacaroteno, ferro, cálcio e iodo, ou uma versão melhorada que continha riboflavina adicional, vitaminas B6, B12 e D, probióticos, zinco e mio-inositol. 

Antes de engravidar, nove em cada 10 mulheres tinham níveis marginais ou baixos de folato, riboflavina, vitamina B12 ou vitamina D, enquanto muitas apresentavam sinais de deficiência de vitamina B6 no final da gravidez. Como esperado, os suplementos melhoraram os níveis de vitaminas das mulheres, embora nem sempre em níveis suficientes.

Mais trabalhos são necessários para identificar as quantidades ideais, mas certamente as quantidades fornecidas no estudo, que são as fórmulas encontradas em farmácias, foram suficientes para reduzir substancialmente a prevalência da deficiência.

.

Bibliografia consultada:

Disponível em Nipper Study. Traduzido e adaptado por Magistral Guide.

Related Posts

O minoxidil tópico é aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos para a ...
Magistral Guide
22 de abril de 2024
Manter a boa forma física desde a meia idade é importante para uma expectativa de vida saudável. ...
Magistral Guide
19 de abril de 2024
Magistral Guide
17 de abril de 2024