Seu guia de fornecedores para área magistral

Description

O dano muscular produzido pelo exercício inclui aspectos estruturais e funcionais, que se refletem em perda de força, fadiga, mialgia e cãibras. A L-carnitina é um metabólito chave no metabolismo energético celular, mas ao mesmo tempo exerce ações antioxidantes no sistema neuromuscular.

Um recente revisão publicada na Nutrients avaliou os resultados de 15 artigos sobre o tema e concluiu que a L-carnitina é capaz de eliminar espécies reativas de oxigênio e nitrogênio que, em excesso, alteram o DNA, lipídios e proteínas, perturbando a função celular. Além disso, a suplementação com L-carnitina resulta em aumento dos níveis séricos de L-carnitina que se correlaciona positivamente com a diminuição das alterações celulares induzidas por situações de stress oxidativo, como a hipóxia. 

Os estudos apresentados na revisão analisaram o papel da suplementação de L-carnitina na bioenergética muscular e seu potencial antioxidante em indivíduos fisicamente ativos. Nesse contexto, a suplementação de L-carnitina pode ser um auxílio ergogênico, auxiliando no dano muscular e na recuperação, principalmente em condições de deficiência de L-carnitina. No entanto, mais estudos são necessários para esclarecer conclusivamente os mecanismos subjacentes a esses efeitos protetores.

.

Bibliografia consultada:

Garcia AB; et al. Effects of L-Carnitine Intake on Exercise-Induced Muscle Damage and Oxidative Stress: A Narrative Scoping Review. Nutrients. 2023.

Related Posts

A canela contém polifenóis que podem melhorar a homeostase da glicose e reduzir as concentrações de ...
Magistral Guide
22 de fevereiro de 2024
Um estudo recente mostrou que 5 anos de suplementação de vitamina D estava associado a uma redução ...
Magistral Guide
20 de fevereiro de 2024
Os cremes vaginais estão presentes nas farmácias de manipulação e são frequentemente prescritos para ...
Magistral Guide
17 de fevereiro de 2024